HBB chega ao final do ano com mais de 220 mil atendimentos

Maior hospital do Vale do Taquari e um dos principais do Estado, o Hospital Bruno Born, encerra 2018 com números importantes referente a atendimentos da comunidade.

Instituição é referência para a 16ª Coordenadoria de Saúde e, durante 2018, atendeu pacientes de 85% dos municípios gaúchos

Ao longo do ano, a instituição filantrópica, que enfrenta sucessivas crises financeiras por conta de falta de repasses do governo do Estado e de pagamento por parte do plano de saúde IPE, conseguiu manter sua atuação e inclusive ampliar serviços.

Diretor Executivo do HBB, Cristiano Dickel destaca estes bons resultados e aponta a importância de parcerias para a manutenção dos atendimentos e expansão de atividades.

“Mesmo com a crise, são vários os pontos positivos a serem destacados em 2018. Tivemos a inauguração do Centro de Reprodução Humana (CRH), que nos traz um futuro de receitas e novos clientes; a instalação do tomógrafo de 80 canais, que tentávamos adquirir há muito tempo; o início da reforma do Pronto Atendimento”, exemplifica. “Além disso, conseguimos manter o HBB estabilizado em receitas e despesas, mesmo com dificuldades de caixa; e colocar em funcionamento o projeto de melhoria de segurança do paciente em larga escala dentro da UTI Adulto, onde tivemos resultados extremamente significativos na redução das infecções.”.”

2019

Algumas das ações e projetos realizados ou iniciados em 2018 terão reflexo no próximo ano e nos próximos. Como a busca pela Acreditação em Nível 1, que deve ser atingida nos próximos meses, e o ingresso do HBB no seleto grupo de hospitais selecionados para participar de um projeto de Gestão Hospitalar em parceria com o Hospital Albert Einstein.

Neste ano, a parceria já antiga com o Banrisul possibilitou que o Bruno Born integrasse a lista de hospitais que receberão um trabalho de diagnóstico da gestão por parte do Hospital Sírio-Libanês. O trabalho possibilitará a adequação de procedimentos e ajustes que melhorarão resultados futuros da instituição.

Além disso, o HBB foi aprovado no plano de expansão da Radioterapia, que deverá ser efetivado em alguns meses, e também – pela primeira vez – conseguiu entrar, com emenda da bancada gaúcha na Câmara dos Deputados, no orçamento de 2019: serão 2,6 milhões que serão utilizados em reformas e compras de equipamentos.

Parcerias

A manutenção de um hospital filantrópico depende do repasse de verbas e do apoio comunitário. Órgãos, empresas e entidades como Rotary, Liga Feminina de Combate ao Câncer, Sicredi, Unimed, Unicredi e outros garantem o funcionamento e o atendimento adequado aos pacientes e visitantes.

Os números de 2018

Internações – 12.750

Nascimentos – 1.304

Cirurgias – 11.181

Número de exames / geral – 123.607

Número de atendimentos / geral – 218.428

% atendimentos SUS = 70,88%

Média de permanência – 2,77 dias

Quadro funcional

976 funcionários + 321 profissionais médicos de diversas especialidades

Geral

510.943 refeições servidas no HBB

499 toneladas de roupas lavadas (a água é tratada após a utilização e devolvida limpa aos mananciais)

Origem dos pacientes

1 – Lajeado – 88.261

2 – Estrela – 9.937

3 – Arroio do Meio – 8.604

4 – Cruzeiro do Sul – 8.218

5 – Teutônia – 7.163

6 – Santa Clara do Sul – 5.926

7 – Taquari – 5.096

8 – Encantado – 4.053

9 – Bom Retiro do Sul – 2.981

10 – Marques de Souza – 2.230

Faixa etária dos pacientes

0 a 5 anos – 16.046

5 a 10 anos – 7.529

10 a 15 anos – 7.662

15 a 20 anos – 8.499

20 a 25 anos – 11.042

25 a 30 anos – 11.925

30 a 35 anos – 13.059

35 a 40 anos – 13.442

40 a 45 anos – 13.050

45 a 50 anos – 14.087

50 a 55 anos – 17.491

55 a 60 anos – 18.624

60 a 65 anos – 17.504

65 a 70 anos – 15.949

70 a 75 anos – 13.077

75 a 80 anos – 9.734

80 a 85 anos – 5.935

85 a 90 anos – 2.780

90 a 95 anos – 814

95 a 100 anos – 150

100 a 105 anos – 25

105 a 110 anos – 2

 

MAPA

CONTATO

HBB chega ao final do ano com mais de 220 mil atendimentos – Hospital Bruno Born