2021: um ano de desenvolvimento para o HBB

Se 2020 foi o ano de o Hospital Bruno Born (HBB) adaptar-se aos novos tempos, com a chegada e a necessidade de enfrentamento de uma pandemia global, 2021 foi um período de usar o conhecimento adquirido a seu favor, de planejar, criar e desenvolver-se.

O ano começou com a expectativa de arrefecimento no número de contaminações, mas registrou, no primeiro semestre, aumento de casos.

Com o passar dos meses e o avanço da vacinação, porém, os números de doentes por Covid começaram a diminuir e a situação passou a ser mais controlada, chegando ao ponto de, no início de dezembro, a Ala Covid da instituição ser encerrada.

Apesar das dificuldades causadas pela pandemia, porém, o HBB conseguiu comemorar conquistas importantes. Em janeiro, a enfermeira Patrícia da Rocha foi a primeira profissional da instituição a ser vacinada contra a Covid-19. Em março, um levantamento global realizado pela revista norteamericana Newsweek colocou o HBB como o melhor hospital do país em cidades com menos de 100 mil habitantes – sendo o 95º melhor hospital do Brasil no ranking geral.

Em maio, duas inaugurações: o laboratório de anatomopatologia, criado em parceria com a Univates e que nasceu como um dos mais modernos do país, e o acelerador nuclear da Clinax, que era aguardado pela instituição desde 2012 para qualificar o tratamento radioterápico.

Em agosto, pela primeira vez desde o início da pandemia, o HBB conseguiu zerar internações e observações na Ala Covid e, também, inaugurou a primeira parte da reforma do setor de Emergência. No mesmo mês a UTI Pediátrica deixou de funcionar – mas, em dezembro, as obras do novo setor seriam lançadas em evento que contou com a presença do governador do Estado, Eduardo Leite.

Em setembro outro desejo antigo da diretoria da instituição foi atingido: em um esforço conjunto do HBB, Administração Municipal de Lajeado e Câmara de Vereadores, o governo federal autorizou a cedência do atual prédio do INSS para o hospital, através de permuta de áreas.

O último mês do ano chegou junto com a visita do governador Eduardo Leite e diversas autoridades – foi a primeira vez que um governador do Rio Grande do Sul em exercício esteve no HBB. Ele participou da inauguração da segunda e última parte da reforma da Emergência e do lançamento das obras da UTI Pediátrica, que devem ficar prontas na metade de 2022. O chefe do Executivo estadual também foi apresentado ao projeto do Centro de Cardiologia, próximo grande objetivo do HBB.

Foi o mês também da Recertificação do Nível 3 da Acreditação, o que mantém o HBB como um dos mais destacados hospitais do Estado.

Avaliação

Diretor Executivo do HBB, Cristiano Dickel observa: “Foi um ano de muitos desafios. A pandemia nos fez mudar estruturas e atendimentos para suportar a demanda que a população precisava. Nossas equipes demonstraram toda sua capacidade de adaptação e sua capacidade técnica, especialmente. Apesar da pandemia, não paramos de evoluir e crescer: equipamos o HBB com vários novos equipamentos, inauguramos o novo Centro Administrativo, iniciamos as obras da unidade de internação Premium e demos início às obras da tão esperada UTI Pediátrica”, contabiliza. “Ainda expandimos residências médicas que começarão em 2022, nas especialidades de Gineco/Obstetrícia e Intensivismo. Enfim, terminamos 2021 mais fortes e com vários projetos para 2022.”

Agradecimentos

Neste ano de tantas conquistas é fundamental agradecer a diversas pessoas que se dedicaram a que o HBB alcançasse seus objetivos e conseguisse levar adiante – e à prática – diversos projetos.

– Governador Eduardo Leite; Secretária Estadual da Saúde, Arita Bergmann; secretários adjuntos, membros do Poder Executivo estadual

– Assessoria de Gestão e Planejamento do Governo do Estado: Cristian Guimarães e Marilu Niches Custódio (adjunta)

– Departamento de Gestão da Atenção Especializada: Lisiane Fagundes e Carla Pertile (adjunta)

– Diretora do Fundo Estadual de Saúde, Meriana Farid el Kek,

– Deputados federais e estaduais que contribuíram com o HBB através da destinação de emendas

– Prefeito de Lajeado, Marcelo Caumo; vice-prefeita Gláucia Schumacher e equipe da prefeitura

– Presidente da Câmara de Vereadores de Lajeado, Isidoro Fornari, e demais membros do

Poder Legislativo

– Prefeituras da região

– Empresas, empresários, comunidade de Lajeado e região

– Univates

– Unimed VTRP

– Imprensa

– Equipe do HBB, médicos e todos os profissionais ligados ao hospital

Os números de 2021

Colaboradores: 1.137

Enfermeiros: 124

Técnicos de Enfermagem: 408

Médicos: 325

Leitos: 181 ativos

Atendimentos / recepção

Pessoas que visitam pacientes no hospital: 155.003

Procedimentos ambulatoriais: 100.226

Cirurgias no Centro Cirúrgico: 10.595

Partos por cesariana: 949

Partos por parto normal: 490

Número de Nascimentos: 1.439

Número de internações: 9.696

Número de exames de Imagem realizados: 105.868

Número de Atendimentos Centro de Reprodução Humana: 2.107

Números no Atendimento 24h: 20.015

Números de atendimentos na Emergência: 8.031

Número de Óbitos: 669

COVID

Número de atendimentos: 9.837

Ficaram em observação: 676

Foram internados: 755

Foram internados na UTI/Covid: 329

Óbitos: 147

Geral

Números de refeições servidas: 597.825

Quantidade de roupas lavadas: 681.250Kg

Volume de Água consumido: 1.452 m³

Custo da água consumida: R$ 48.101,49

Custo da energia elétrica: R$ 2.901.128,49

Medicamentos: R$ 19.096.913,28

Material para Diagnóstico: R$ 562.143,54

Material Médico Hospitalar: R$ 11.386.713,94

Gasoterapia: R$ 896.173,57

Nutrição Parenteral: R$ 392.205,87

Luvas: R$ 2.035.239,20

Máscaras: R$ 190.451,37

Outros equipamentos de proteção: R$ 1.366.565,83

CONTATO

2021: um ano de desenvolvimento para o HBB – Hospital Bruno Born