Início >> Programas HBB >> Promoção, Apoio e Incentivo ao Aleitamento Materno
Promoção, Apoio e Incentivo ao Aleitamento Materno

Princípios

Aprimorar a qualidade do atendimento através de um trabalho integrado e multidisciplinar, voltado à promoção da vida;
Desenvolver atividades de forma harmônica e articulada com a comunidade.

Objetivo Geral

Promover e incentivar o aleitamento materno como alimento exclusivo do bebê nos seis primeiros meses de vida.

Objetivos Específicos

- Humanizar o atendimento;
- Reduzir a morbi-mortalidade infantil;
- Estabelecer e/ou fortalecer o vínculo afetivo entre a mãe e o recém-nascido.

Justificativa

Considerando que:
- O aleitamento materno é de relevante importância para o desenvolvimento saudável do bebê;
- As propriedades antiinfecciosas do leite materno protegem as crianças de doenças;
- O ato de amamentar favorece o vínculo afetivo devido à influência biológica e emocional que exerce sobre as crianças e as mães, contribuindo também, para aumentar o espaçamento entre as gestações;
- O desconhecimento das mães, principalmente as primíparas, sobre as vantagens do aleitamento materno, como aumentar a produção de leite, as técnicas adequadas de amamentação, etc.

Faz-se necessário que a equipe de profissionais do Hospital que tenha contato com as mães e os recém-nascidos esteja plenamente capacitada, incentivando e apoiando o aleitamento materno.

O empenho da rede pública em desenvolver atividades de acompanhamento das gestantes no pré-natal e das mães após a alta hospitalar, garantirá o sucesso do programa.

Operacionalização

- Formação de uma equipe central interdisciplinar;
- Reuniões sistemáticas da equipe;
- Elaboração de normas e rotinas específicas à amamentação;
- Elaboração de curso de capacitação sobre aleitamento materno;
- Treinamento de toda a equipe envolvida nesse processo, inclusive médicos obstetras, pediatras e anestesistas;
- Grupos com mães de recém-nascidos para repasse de informações e trocas de experiências;
- Divulgação das vantagens do aleitamento materno para mães e bebês, através de cartazes e cartilhas;
- Capacitação de agentes comunitárias de saúde e outros profissionais da saúde que atuam junto a gestantes e puérperas;
- Referenciamento das mães com dificuldade de amamentar, para a rede pública.

Avaliação

1. Monitoramento das mães que recebem alta hospitalar e continuam amamentando seus filhos.
2. Através de reuniões da equipe interna com a equipe de serviços da rede pública envolvida no processo.

 
Copyright © 2010 Hospital Bruno Born - www.hbb.com.br - Dr. Roberto Reckziegel - Diretor Técnico CRM/RS 18.629