Residência Multiprofissional

logo-prm

O Programa de Residência Multiprofissional foi criado a partir da promulgação da Lei n° 11.129 de 2005 em conformidade com os princípios e diretrizes do Sistema Único de Saúde (SUS), e voltados para o atendimento das necessidades locorregionais. Destina-se ao aperfeiçoamento dos egressos oriundos dos cursos de graduação: Biomedicina, Ciências Biológicas, Educação Física, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Medicina Veterinária, Nutrição, Odontologia, Psicologia, Serviço Social e Terapia Ocupacional (Resolução CNS nº 287/1998).

O programa de Residência Multiprofissional em Saúde compõe uma modalidade de pós-graduação em lato sensu cujo principal objetivo é possibilitar aos profissionais de saúde a aquisição de competências e habilidades no cuidado com o paciente, sempre considerando as necessidades de saúde tanto no plano individual quanto coletiva, sem deixar de reconhecer a importância do domínio dos saberes relacionados com a organização do trabalho, a gestão do cuidado e com a educação em saúde.

O programa tem duração de 24 meses e uma carga horária total de 5.760 horas. Esta carga horária será composta por 1.152 horas de atividades teóricas e 4.608 horas de prática. Para cumprir a carga horária do programa o aluno residente desenvolverá 60 horas semanais de atividades obrigatórias, com direito a uma folga semanal e 30 dias de férias por ano.

Residência Multiprofissional – Atendimento ao Paciente Oncológico

A oferta de um Programa de Residência Multiprofissional em Saúde no Atendimento ao Paciente Oncológico é uma proposta desenvolvida e apresentada por duas instituições: O Centro Universitário Univates e o Hospital Bruno Born.

A parceria entre essas duas instituições viabilizou as condições necessárias para a estruturação de um programa de residência capaz de ampliar a qualificação de profissionais das áreas de enfermagem, farmácia, nutrição e psicologia no âmbito do cuidado integral ao paciente oncológico. Neste contexto, a interdisciplinaridade ganha um relevante papel, uma vez que o programa buscará atender a crescente demanda regional e nacional por profissionais com as características que o programa pretende formar.

A proposta do Programa de Residência Multiprofissional em Saúde reconhece que a especialização oferecida é apenas uma etapa do processo de aperfeiçoamento profissional e o esperado é que a intensiva orientação dos alunos por um período de dois anos amplie seus conhecimentos teóricos e suas habilidades, em conjunto com a adoção de atitudes humanísticas e éticas.

Por meio da interdisciplinaridade, o programa busca estruturar práticas diferenciadas e capazes de oferecer aos residentes diferentes oportunidades de vivenciarem novas possibilidades de atuação profissional. Possibilidades que demonstram o valor de interações caracterizadas pela integração profissional-usuário.

Quanto ao aprimoramento técnico-científico, o programa coloca em destaque as demandas sociais que clamam por uma atenção à saúde cada vez mais qualificada, eficiente, responsável, eficaz e humanizada.

A escolha da área da oncologia está fincada na indiscutível necessidade de capacitação técnica de profissionais de saúde para atuação nesta área. A realidade locorregional é uma prova inconteste e, nesta perspectiva, a proposta da Residência abarca tanto a gestão quanto os aspectos técnico-científicos próprios da atenção à saúde do paciente oncológico.