Internação Hospitalar

No momento da internação, os pacientes e seus familiares muitas vezes não sabem como proceder. Abaixo segue as orientações.

Documentos necessários para fazer a internação

RG ou carteira de habilitação; certidão de nascimento dos menores de idade que não possuem RG; solicitação de internação fornecida pelo médico com data, carimbo e assinatura; RG do responsável pelo paciente; cartão do convênio e/ou cartão SUS.

Internação
Uma vez recomendada a internação pelo médico, o paciente será encaminhado a um aposento. É importante que ele ou seus familiares tragam materiais de uso pessoal e de higiene como pijamas, sabonetes, pastas de dentes, escovas, toalhas e papel higiênico. As diárias encerram sempre às 10h de cada dia. Assim, o aposento deverá ser liberado entre 10h e 12h. Em caso de troca para outro quarto ou transferência para a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), os familiares ou responsáveis devem comparecer no setor de internação para oficializar a mudança.

Alimentação do paciente e de seus acompanhantes
Cada paciente tem uma dieta prescrita pelo médico e acompanhada pela nutricionista. É aconselhável que a mesma seja obedecida. Os acompanhantes de quartos privativos que pernoitam no hospital recebem o café da manhã. O hospital dispõe também dos serviços de uma lancheria, que funciona no 2º andar.

Em caso de transfusão de sangue, como a família deve proceder?
Havendo necessidade de transfusão de sangue, a família deverá dirigir-se ao Banco de Sangue, no 3º andar. O Hospital também está à disposição para localização do médico responsável, sempre que necessário. Para isso contate o posto de enfermagem.

Serviço religioso
A capela do hospital fica no 3º andar. A pastoral da saúde está à disposição dos pacientes e seus familiares para prestar-lhes apoio e acompanhamento espiritual. A visita do padre ou pastor aos aposentos deverá ser solicitada no SAC-Serviço de Atendimento ao Cliente.

MAPA

CONTATO

Internação Hospitalar – Hospital Bruno Born