Guia do Paciente, Visitante e Acompanhante

A nossa equipe agradece pela escolha do Hospital Bruno Born e por nos confiar os cuidados com a sua saúde ou de alguém muito importante para você. Os esclarecimentos a seguir serão úteis durante a sua permanência no Hospital Bruno Born. É importante que você leia com atenção e, em caso de dúvidas, estamos à disposição.


Telefone: (51) 3714-7500

E-mail: internacao@hbb.com.br

Por favor, não traga alimentos para o paciente sem a autorização da equipe.

Cada paciente recebe porções individuais. A alimentação é parte do tratamento. É proibido compartilhar.

Higienize as mãos sempre que chegar e ao sair da visita.

Evite deitar, sentar ou deixar objetos em cima da cama do paciente.

Caso você esteja doente, evite visitar o paciente até que você esteja curado. Isso é proteger quem amamos.

Ser identificado e chamado pelo nome.

Conhecer todos os profissionais responsáveis pelo seu cuidado.

Receber informações claras e objetivas.

Ter os seus dados pessoais e de saúde mantidos em sigilo.

Consentir ou recusar tratamentos após ter sido informado claramente dos benefícios e riscos.

Direitos do paciente

  • Receber atendimento humanizado, atencioso, respeitoso, seguro e adequado a suas necessidades, sem sofrer qualquer tipo de preconceito ou discriminação.
  • Ser identificado pelo seu nome e sobrenome e não pelo nome de sua doença, número, código ou qualquer outra forma desrespeitosa ou preconceituosa.
  • Ter acesso ao nome e categoria profissional de quem está lhe prestando assistência.
  • Ter sua privacidade respeitada.
  • Receber visitas de acordo com as normas do hospital.
  • Ter resguardados o sigilo e a confidencialidade de todas as informações pessoais, desde que isso não implique em riscos a terceiros ou à saúde pública.
  • Receber informações objetivas, claras e compreensíveis sobre sua doença, ações diagnósticas e terapêuticas, tratamentos propostos, prognósticos, riscos e alternativas de tratamento.
  • Autorizar formalmente um familiar ou representante para que tenha acesso às informações relativas ao seu estado de saúde e tratamento.
  • Consentir ou recusar, de forma livre, voluntária e esclarecida, procedimentos de qualquer tipo propostos pela equipe de saúde, salvo em caso de iminente risco de morte, podendo mudar sua decisão a qualquer momento.
  • Consentir ou recusar a participação em pesquisa clínica ou acadêmica.
  • Ter acesso às informações existentes em seu prontuário, conforme normas da instituição.
  • Ter acesso ao setor do SAC – Serviço de Atendimento ao Cliente para sugestões, elogios e reclamações.
  • Ter disponibilizadas a si ou aos seus familiares informações sobre a forma e os procedimentos necessários para a doação de órgãos e tecidos.
  • Ter suas crenças e valores espirituais respeitados e integrados ao seu cuidado.


Deveres do paciente

  • Para atendimento eletivo, providenciar e disponibilizar todos os documentos necessários para autorização e aprovação de atendimento de seu tratamento pelo convênio.
  • Ter ciência de todas as condições de admissão e/ou internação de acordo com o termo do hospital.
  • Fornecer informações precisas, completas e verdadeiras sobre sua saúde.
  • Fornecer prévia informação à equipe assistencial sobre eventual alergia a determinado medicamento ou alimento, ou se está realizando o uso de determinado medicamento.
  • Eleger somente uma pessoa para responder pelo paciente ou pela própria família.
  • Seguir as instruções da equipe assistencial e manifestar eventuais dúvidas sobre as orientações recebidas, tratando os profissionais e os colaboradores do hospital com respeito e cordialidade.
  • Responsabilizar-se pela guarda de seus objetos pessoais, considerando que a instituição não se responsabiliza pela perda destes objetos.
  • Responsabilizar-se quando da recusa em receber tratamento ou seguir as orientações da equipe assistencial.
  • Não manipular os equipamentos e materiais que esteja fazendo uso (sondas, curativos, acessos venosos, bombas de infusão, etc).
  • Respeitar os direitos dos demais pacientes, acompanhantes e profissionais da instituição.
  • Manter o ambiente limpo, organizado e zelar pela conservação das instalações e do patrimônio do hospital, bem como evitar a realização de barulho ou ruído excessivo ou incômodo nas dependências do hospital.
  • Respeitar e exigir que seus acompanhantes também respeitem as normas do hospital, em especial as condições e os horários de visitas.
  • Respeitar e exigir que seus acompanhantes também respeitem a proibição do fumo, chimarrão, bebidas alcoólicas e de drogas ilícitas nas dependências do hospital.
  • Liberar o leito assim que receber alta.

Fique sempre atento com as seguintes informações:

  • Internação
  • Documentos
  • Acomodação
  • Visitantes e Acompanhantes

Documentos

Tanto o paciente quanto a pessoa que ficará responsável por ele devem apresentar alguns documentos que são obrigatórios para a internação:

  • CPF, RG ou carteira de habilitação.
  • Certidão de nascimento dos menores de idade que não possuem RG.
  • Solicitação de internação fornecida pelo médico com data, carimbo e assinatura.
  • CPF e RG do responsável pelo paciente.

Paciente Convênio

Além dos documentos já citados, o paciente de convênio deve possuir:

  • Cartão do Convênio.
  • Guia de solicitação de internação com diagnóstico, CID, código AMB e nome do procedimento, carimbo e assinatura do médico.
  • Autorização do plano de saúde para a internação e para materiais e medicamentos especiais, se houver. Esta autorização prévia é para os casos de procedimentos eletivos.


Paciente SUS

Além dos documentos já citados, o paciente do SUS deve possuir:

  • Cartão do SUS.
  • Guia de solicitação de internação com diagnóstico, CID, código AMB e nome do procedimento, carimbo e assinatura do médico.

Entre as acomodações, além dos quatro tipos de apartamentos, há também as enfermarias.

Apartamentos

Suíte – possui-ar condicionado, frigobar, micro-ondas, secador de cabelo, TV, banheiro, sofá-cama para acompanhante e antessala.
Standard – possui-ar condicionado, frigobar, TV, banheiro e sofá-cama para acompanhante.
Privativo – possui-ar condicionado, banheiro e poltrona reclinável para acompanhante.
Semiprivativo – possui dois leitos com divisória, ar-condicionado, banheiro e poltrona reclinável para acompanhante.

Enfermarias

São compostas de 3 a 6 leitos. Dispõem de um banheiro coletivo e poltrona reclinável para acompanhante.

Central do paciente

O acesso de visitante deve ser feito na Central de Visitas, tanto para a entrada quanto para a saída. As visitas nas dependências do hospital são permitidas com a identificação do visitante e o uso do crachá.

Além disso, horários, apresentação de documentos e outras regras devem ser respeitadas.

Horários

  • Privativo (três pessoas por vez, com revezamento): 7h às 20h.
  • Semi-privativo (duas pessoas por vez, com revezamento): 13h às 19h.
  • Enfermarias (uma pessoa por vez, com revezamento): 13h às 19h.
  • Saúde Mental (duas pessoas, sendo uma por vez): 9h às 10h30min.
  • UTI Adulto (uma pessoa por vez, com revezamento): 12h às 20h.

Boletim médico ao familiar do paciente internado na UTI Adulto: 12h30min e 18h30min. Antes de entrar na UTI Adulto, os visitantes devem deixar bolsa, relógio, anéis, pulseiras e celular desligado dentro do armário com chave. Lembre-se de guardar a chave. O hospital não se responsabiliza pelos pertences.

  • UTI Neonatal e Pediátrica (somente uma pessoa): 17h às 17h30min. Os pais do paciente estão liberados a qualquer horário ou conforme orientação médica.


Observações

  • Necessário apresentação de documento com foto para pacientes, acompanhantes e visitantes.
  • Visitas de menores de 12 anos devem ser evitadas, mas, se necessário, é permitida a entrada das 17h30min às 18h30min com acompanhamento de um adulto responsável, exceto em UTI’s.
  • Evite trazer para o hospital objetos de valor (dinheiro, joias e objetos de valor pessoal), pois o hospital não se responsabiliza pela guarda dos mesmos.
  • Não são permitidas plantas/flores nos quartos, exceto para gestantes, e que não sejam plantas/flores em vasos.
  • Proibido tomar chimarrão nas dependências do hospital.
  • Proibido o consumo de cigarro e seus derivados no ambiente hospitalar. Evitar fumar nos arredores do hospital, principalmente próximo das portas e janelas de acesso.

O hospital presta serviços de apoio, entre eles:

  • Rouparia e Higiene Hospitalar – temos o compromisso de acolher bem e oferecer aos nossos pacientes um ambiente higiênico.
  • Serviço de Nutrição e Dietética – a produção e distribuição de todas as refeições são acompanhadas por uma equipe de nutricionistas.
  • SAC – podem ser encaminhadas dúvidas, reclamações ou sugestões durante a internação.

Rouparia e higiene hospitalar

Temos o compromisso de acolher com hospitalidade os nossos pacientes. No ato da internação, o quarto do paciente se encontra pronto e higienizado para recebê-lo.


Higienização

A limpeza do quarto é realizada diariamente por uma equipe qualificada, com técnicas e produtos específicos para área hospitalar, seguindo os requisitos do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar. Caso seja necessária nova limpeza, favor solicitar ao posto de enfermagem. A roupa de cama do paciente é trocada pela enfermagem e a do acompanhante pelo serviço de higienização. Atuamos na busca constante pela sustentabilidade ambiental e conscientização do bom uso dos recursos naturais. Com isso, a roupa de cama do paciente e do acompanhante não serão trocadas diariamente. As trocas serão realizadas conforme a necessidade.


Kit de toalhas

Pacientes de convênio Unimed e Particular recebem um kit de toalhas. Os demais pacientes de convênio que quiserem adquirir o kit devem solicitar no setor de Internação, mediante pagamento de taxa adicional.


Objetos pessoais

O paciente deverá trazer material de higiene pessoal, toalhas e pijama. Devido ao grande número de visitantes que circulam pelos corredores, é sugerido que quando o paciente estiver em procedimento o quarto seja mantido chaveado, deixando a chave no posto de enfermagem. O hospital não se responsabiliza por objetos de valor de uso dos pacientes e acompanhantes.


Serviço de Nutrição e Dietética

Contamos com uma equipe de nutricionistas que planejam e supervisionam a produção e distribuição de todas as refeições. O atendimento clínico ocorre de acordo com a triagem nutricional e/ou quando houver solicitação médica ou da equipe de enfermagem.


Alimentação do paciente

O Serviço de Nutrição e Dietética oferece 5 refeições (desjejum, almoço, lanche da tarde, jantar e ceia). Para manter a qualidade das refeições oferecidas, as bandejas são recolhidas 30 minutos após a entrega.


Horários de distribuição e recolhimento das bandejas

Refeição Distribuição Recolhimento
Desjejum 7h45min 8h15min
Almoço 11h30min 12h
Lanche da tarde 15h30min 16h
Janta 18h15min 18h45min
Ceia 21h

 


Alimentação do Acompanhante / Paciente

Oferecemos refeições diferenciadas para acompanhantes e, caso a dieta permitir, para pacientes internados. O cardápio com as refeições está à disposição dos pacientes e familiares no quarto.

A solicitação pode ser feita por meio das técnicas em nutrição, copeiro ou serviço de enfermagem, conforme horário abaixo:

Refeição Solicitação Distribuição Recolhimento
Desjejum 7h15min 7h45min 8h15min
Almoço 10h15min 11h30min 12h
Lanche da tarde 14h15min 15h 15h30min
Janta 16h 17h30min 18h
Ceia 20h 21h

 


Alimentação do Acompanhante SUS

Acompanhantes de pacientes SUS maiores de 60 anos e menores de 12 anos poderão solicitar liberação de refeição gratuita ao enfermeiro da unidade. A refeição servida segue o cardápio do dia.


Frigobar

Nos apartamentos Suíte e Standard existe um frigobar com lanches e bebidas à disposição dos familiares e/ou acompanhantes. Se houver necessidade de reposição de produtos, deve ser solicitado para o setor de nutrição ou no posto de enfermagem. Os produtos consumidos serão cobrados na alta hospitalar.

SAC

Qualquer dúvida, reclamação ou sugestão durante a internação pode ser encaminhada ao SAC – Serviço de Atendimento ao Cliente. Horário de atendimento: segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h.

Você sabe o que é “Segurança do paciente”?

É um tema que tem o objetivo de proteger os pacientes de riscos comuns enfrentados no serviço de saúde, reduzindo e prevenindo falhas que podem ser evitadas.

O Programa Nacional de Segurança do Paciente tem 7 protocolos básicos que trabalham alguns temas. Conheça-os:

1. Identificação do paciente

Muitas pessoas têm nomes iguais ou muito parecidos. Por isso, todos os pacientes devem receber pulseiras de identificação com seu nome completo e data de nascimento, e, se necessário, o hospital utiliza também como marcadores de segurança nome completo da mãe e número do prontuário.

Verifique se sua identificação está correta!

2. Comunicação efetiva

Tanto os profissionais quanto os pacientes precisam entender o que está sendo comunicado, desde a informação sobre um exame até o tratamento a ser realizado.

Caso fique com alguma dúvida sobre sua saúde ou seu cuidado, pergunte para a equipe responsável por você.

3. Segurança no uso de medicamentos

Todos os pacientes vão receber medicações durante a internação. Por isso, você deve avisar a sua equipe se possui alguma alergia ou se trouxe medicamentos de casa.

4. Cirurgia segura (procedimento seguro)

Existem procedimentos que os cirurgiões e a equipe realizam antes da cirurgia para diminuir os seus riscos.

Por exemplo, certifique-se de que o local da cirurgia está adequadamente marcado e fique atento às orientações que você irá receber da equipe.

5. Higienização das mãos

As bactérias transmitidas pelas mãos são uma das principais causas de complicações e infecções hospitalares.

Os profissionais e visitantes precisam lavar as mãos com sabão ou álcool antes de tocar em você.

6. Prevenção de quedas

As quedas são acidentes que podem causar diversos danos para o paciente.

Fique atento, levante devagar e use calçados que não escorregam.

7. Prevenção de lesões por pressão

Essas são lesões que podem acontecer em pacientes que se movimentam pouco ou estão acamados (não saem da cama). Elas ocorrem em locais onde os ossos ficam em contato próximo da pele.

Pergunte à enfermagem: “como você pode me ajudar a prevenir?”

MAPA

CONTATO

Guias – Hospital Bruno Born